Adiantados

Não sei se é porque estou envolvido nisso, mas a todo tempo se fala de futebol. Seja pelos campeonatos locais, pelos estrangeiros, pela seleção nacional, pelos estádios, pela Copa de 2010, pela de 2014 e pelas futuras. É todo o mundo envolvido nisso. Exatamente, o mundo inteiro, de um extremo a outro.

A Austrália já lançou-se na candidatura em abrigar o Mundial FIFA 2018. Se não conseguir, a de 2022 também está pronta. Sem problemas, eles já receberam dois Jogos Olímpicos (1956 e 2000), mundiais de Rugby, dentre outros eventos. Know-how e estrutura, os australianos têm.

Logo da candidatura qatari (qanol.net)

O Qatar corre para ser sede. A partida Brasil x Inglaterra, dia 14/11 foi para promover o país. Prometem estádios subterrâneos, climatizados, com muito alto nível. Nada que o dinheiro vindo do petróleo não pague. Aliás, o petróleo está no fim, por isso os qataris investem em serviços, assim como o Bahrein e os Emirados Árabes Unidos. O Qatar é o menor país na disputa: 2 mil km² e cerca de 600 mil habitantes (a população de Ribeirão Preto).

A Rússia é outro país, cuja canidatura é financiada também pelo petróleo e pelo gás natural. Uma Copa do Mundo romperia em definitivo as lembranças da era socialista (1917-1991) e aproximaria aquele país do mundo do futebol, cuja seleção tem estado muito ausente das competições internacionais. Do futebol russo, sabemos apenas dos clubes: CSKA, Zenit, Spartak. Da seleção, uns ou outros. Ah, é claro: lembramo-nos sempre de Yashin, falecido no início da década de 1990.

Holanda e Bélgica lançaram uma candidatura conjunta. Os dois já foram sede do Europeu de Seleções em 2000. E tiveram êxito. Cultura desportiva eles têm, bem como condições de receberem um Mundial FIFA. Mas a concorrência é grande: Inglaterra. Os ingleses também estão nessa. Pode parecer que não tenho argumentos, mas essa candidatura dispensa comentários. O futebol moderno foi ali desenvolvido e dali difundido para o mundo todo. Ademais, contam com estádios funcionais e o 2º campeonato mais rico do mundo.

Logo da candidatura belgo-batava (the-bid.com)

Portugal e Espanha, pois bem! Os dois países Ibéricos unem esforços para receberem o Mundial FIFA 2018. O futebol espanhol de clubes é referência no planeta, devido em grande parte aos estrangeiros que por lá jogam. Portugal tem o know-how de um Europeu (2004), além de revelar excelentes jogadores. Se comparássemos o palmarés no futebol em relação ao número de habitantes do país, Portugal estaria em primeiro: 4 Ligas dos Campeões, 2 Mundiais de Clubes, semi-finalista em 2 dos apenas 4 Mundiais FIFA disputados; semi-finalista e vice-campeão em 2 Europeus nos apenas 5 jogados. Tudo isso com apenas 10 milhões de habitantes.

Atravessamos o Oceano e chegamos à América. Yeah, man, os EUA também estão no páreo. Em termos de infra-estrutura, é o país mais bem preparado e pelos vistos estão a fazer de tudo para arrebatarem o Mundial. A MLS (Major League Soccer, a liga de futebol de lá) se expande a cada dia e é cada vez mais comum encontrarmos camisas de clubes estadunidenses nas lojas. Vale lembrar que eles foram vice-campeões da Copa das Confederações deste ano. Outra coisa: Obama é fã de futebol. Não garante a Copa, como não garantiu as Olimpíadas para Chicago. Mas gosta, e isso leva a crer que comprará a briga.

Logo da candidatura inglesa (www.arsenal.com)

Para 2030, Argentina e Uruguai preparam a candidatura*.

É o mundo todo envolvido, concentrado em um esférico que vale milhões em rendimento, em infra-estrutura, em empregos.

Fica aqui o meu favorito. Não é o meu predileto, mas aquele país que acho que será a sede do Mundial FIFA 2018: a Austrália, em nome do desenvolvimento do futebol naquela parte do planeta e do preenchimento de todos os continentes. Afinal, depois de 2010 só faltará a Oceania para receber uma Copa do Mundo. Basta a FIFA enxergar isso.

*- http://www.mundialuruguay2030.com/

Anúncios

0 Responses to “Adiantados”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Esses Dias na História

17 de Agosto

2008 – O nadador norte-americano Michael Phelps torna-se o primeiro atleta a conquistar oito medalhas de ouro na história dos Jogos Olímpicos

18 de Agosto

1964 – A África do Sul é banida dos Jogos Olímpicos pelo COI por não renunciar ao regime de “apartheid”

19 de Agosto

1981 – Entra no ar a TVS (Televisão Via Satélite) do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão)

20 de Agosto

2016 – A Seleção Brasileira Olímpica masculina de futebol conquista pela primeira vez a medalha de ouro, nos Jogos do Rio de Janeiro

21 de Agosto

1898 – Fundação do Clube de Regatas Vasco da Gama

22 de Agosto

1942 – Entrada do Brasil na 2ª Guerra Mundial

23 de Agosto

1987 – O Brasil vence os EUA por 120 a 115 na final do basquete masculino nos Jogos Panamericanos de Indianápolis (EUA)

24 de Agosto

1954 – Getúlio Vargas, então Presidente do Brasil, suicida-se

25 de Agosto

1961 – O então Presidente do Brasil, Jânio Quadros, renuncia ao cargo sete meses após assumir

1991 – Michael Schumacher estreia na Fórmula 1, no GP da Bélgica

26 de Agosto

1914 – Fundação do Palestra Italia, atual Sociedade Esportiva Palmeiras

27 de Agosto

1828 – Reconhecimento do Império do Brasil à independência do Uruguai, que outrora fora sua Província Cisplatina

28 de Agosto

1992 – No Brasil, o processo de “impeachment” do presidente Fernando Collor é aprovado pela Câmara dos Deputados

29 de Agosto

1852 – Início da construção da primeira ferrovia brasileira, a “Estrada de Ferro Mauá”

30 de Agosto

1992 – Michael Schumacher vence pela primeira vez na Fórmula 1, em Spa-Francorchamps, Bélgica

31 de Agosto

1957 – A Malásia declara sua independência

1963 – Singapura declara a sua independência do Reino Unido

1º de Setembro

1910 – Fundação do Esporte Clube Noroeste

1910 – Fundação do Sport Club Corinthians Paulista

2 de Setembro

1971 – A seleção de futebol do Taiti ganha da sua similar das Ilhas Cook por 30 a 0 nos Jogos do Pacífico Sul. É até hoje a segunda maior goleada entre seleções, menor apenas que Austrália 31 x 0 Samoa Americana, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2002

3 de Setembro

1976 – Pouso da sonda “Viking 2” em Marte

4 de Setembro

1998 – Criado o “Google”

5 de Setembro

1972 – A delegação israelense nos Jogos Olímpicos sofre um atentado de autoria do grupo terrorista “Setembro Negro”; morrem 11 integrantes da delegação

6 de Setembro

1991 – A cidade de Leningrado volta a chamar-se São Petesburgo, e a União Soviética reconhece a independência das repúblicas do Báltico: Letônia, Estônia e Lituânia

7 de Setembro

1911 – Fundação do Grêmio Esportivo Brasil, em Pelotas

1920 – Criação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a primeira universidade federal do país, pelo então presidente Epitácio Pessoa

1949 – Fundação oficial da República Federal da Alemanha (Alemanha Ocidental), 1949-1990

8 de Setembro

1991 – A República da Macedônia declara sua independência em relação à Iugoslávia. O nome oficial do país é até hoje: Antiga República Iugoslava da Macedônia

9 de Setembro

1776 – Estados Unidos: o Congresso Continental autoriza o nome United States of America

1791 – Fundação de Washington, D.C., a capital dos Estados Unidos

1888 – A Marinha do Chile toma posse da Ilha de Páscoa

10 de Setembro

1808 – É lançada a Gazeta do Rio de Janeiro, primeiro jornal impresso no Brasil

 

Mundo Virga

No São Pedro do Tietê
📸: @francisco.franceschi

Blog Stats

  • 137,565 hits

Virgilio’s Tweets

#CulturaDeRugby


%d blogueiros gostam disto: